Our Blog

Se você tivesse a oportunidade de enviar uma mensagem inspiradora para uma mulher em todo o mundo, qual ela seria?

0

Esta é a pergunta que faz o Project Tribe (Projeto Tribo) a todas as mulheres conectadas ao redor do mundo.

Esta é a pergunta que faz o Project Tribe (Projeto Tribo) a todas as mulheres conectadas ao redor do mundo e interessadas em participar de um movimento que tem como principal objetivo, expressar singularidades, incentivar o senso de comunidade e cuidar uma das outras. Totalmente inserido no universo da internet e das redes sociais, a participação é simples e rápida: enviando seus dados através de um email e recebendo um adesivo com o recado “Sua Coroa Inspira”, mulheres que assumem posturas de rainhas, guerreiras e heroínas mandam de volta fotos usando coroas (turbantes) juntamente com mensagens de luz, positividade e histórias inspiradoras numa mobilização que vem ganhando adeptas no mundo todo.

photo1 (1)photo6photo5

Criado pela carioca Luna e a americana Vanessa que se conheceram pelo Instagram,  a ideia surgiu através de um processo de auto-conhecimento das duas em direção a construção de uma tríade onde espiritualidade, estética e política caminham juntas. NoBrasil conversou por dois dias com Luna que depois de 05 anos em Nova York está de volta ao Rio de Janeiro onde além de buscar fortalecer o projeto localmente, trabalha como coordenadora de relações internacionais do Eixo Rio, um instituto de arte e cultura:  “o Project Tribe propõe ações afirmativas para empoderamento da mulher, pregando o espírito de liberdade e expressão. O turbante é mais que um acessório, é um elemento que nos conecta com o que há de mais profundo e poderoso da energia existente em cada uma de nós, resgatando a nossa realeza e a nossa essência”.

photo2 photo7 photo10

E uma das primeiras coisas que percebemos quando passamos a ir fundo no @projecttribe é que se trata de uma ideia que tenta alavancar globalmente um sentimento de irmandade entre mulheres que já vêm cultivando individualmente em seus países, cidades e grupos, um retorno à ancestralidade e o interesse em celebrar a diáspora da cultura negra contemporânea. Por mais que o projeto traga uma perspectiva inclusiva ao redor de todas as etnias, a imagem expressa pelas líderes que evocam estampas, partidos, tecidos e cores de suas origens afro-americanas, transformaram-se em referência de beleza e de auto-afirmação espontânea da estética negra, independente da origem racial e geográfica de cada seguidora. Aqui NoBrasil cidades como Salvador já lideram há décadas um processo semelhante. Com a militância de pais e das gerações anteriores que desbravaram as adversidades sobretudo no quesito social, uma nova geração com maior acesso a educação e a tecnologia vem conseguindo ganhar espaço no mercado criativo e expressar suas individualidades a exemplo o projeto Turbante-se da designer e pesquisadora Thais Muniz que nos próximos dias, conheceremos por aqui. 

photo4

photo8

Luna que se considera cidadã do mundo, diz também ter desenvolvido desde muito cedo sua consciência racial ao ter tido a oportunidade de viver diferentes experiências culturais: “aprendi a fazer turbantes quando morei com uma família de nigerianos e na Bolívia ainda na escola, todos os outros me beliscavam porque era tão raro ver um negro por perto que beliscar um de nós era considerado sorte.” O projeto que em pouco tempo já reúne mais de 7000 seguidoras no Instagram, agora pretende ganhar mais fôlego no Brasil. Dentre os objetivos das duas está a construção de uma rede global para conectar parcerias e alavancar possíveis oportunidades de negócios entre empreendimentos criativos, além de promover conexões Brasil X Mundo. Para isso, muito em breve todas as páginas das redes sociais do projeto estarão disponíveis também em português.

photo11

Durante a conversa com Luna, uma coisa ficou muito clara: estávamos alí colocando em prática exatamente a filosofia do Project Tribe, desculpa para conectar, fortalecer, compartilhar e empoderar “gente como a gente”. Mulheres que vem tentando enfrentar o nosso grande desafio nesses novos tempos: equilibrar beleza, espiritualidade e trabalho. Vida longa a nossa tribo.

 http://www.projecttribe.org

@projecttribe 

 

 

 

Conecte-se no Facebook

Comments

comments