Our Blog

Eventos discutem a produção cultural e artística nas periferias, programe-se.

0

O Museu de Arte Moderna de SP, vai sediar o seminário “A Periferia no Centro: cultura, narrativas e disputas” e confira também a programação das oficinas realizadas na Favela do Moinho como parte da programação da Bienal de SP.

via Revista Fórum

 

No próximo dia 14 de novembro, sexta-feira, o Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) vai sediar o seminário “A Periferia no Centro: cultura, narrativas e disputas”, realizado pela Revista Fórum em parceria com a Secretaria de Cultura da Prefeitura de São Paulo, com apoio do SPressoSP e iG.

O encontro vai debater as demandas, os movimentos e a produção cultural da periferia. A entrada é gratuita, para participar, basta se inscrever em:www.revistaforum.com.br/periferia.

O seminário terá três mesas temáticas. Na primeira delas, representantes de movimentos sociais vão falar sobre as articulações entre redes e ruas, que dão visibilidade às causas e transformam a realidade. O debate contará com Guilherme Boulos, coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST); Thiago Vinicius, da Agência Solano Trindade; Pablo Capilé, da Mídia Ninja; Theles Henrique, da Liga do Funk; e o coletivo Nós, Mulheres da Periferia.

A violência nas periferias, puxada por índices alarmantes de letalidade policial, será tema da segunda mesa. Estudo divulgado pela Universidade Federal de São Carlos (UFScar) aponta que a PM assassinou, em 2011, três vezes mais negros do que brancos, sendo em sua maioria jovens entre 24 e 30 anos e moradores de periferias. O assunto será abordado por Douglas Belchior, da UneAfro; Débora Maria, fundadora do coletivo Mães de Maio; pelo presidente do Instituto Luis Gama, Silvio de Almeida; além do professor da ECA/USP e colunista de Fórum, Dennis Oliveira.

A produção cultural das periferias brasileiras, com a ascensão dos saraus, do Hip Hop e do funk, estará bem representada na última mesa do evento, com a participação de Sérgio Vaz, fundador da Cooperifa; Allan da Rosa, escritor, fundador da Edições Toró e colunista de Fórum; entre outros.

Ao final do evento, haverá uma confraternização dos treze anos da Revista Fórum, com a presença dos poetas do Slam da Guilhermina e dos Djs Brechó e Samuca. A Fórum nasceu em 2001, inspirada pelo primeiro Fórum Social Mundial, realizado em Porto Alegre (RS). Desde então vem fazendo jornalismo independente pautado pelas demandas dos movimentos sociais.

Serviço:

A periferia no Centro: cultura, narrativas e disputas
Quando: sexta-feira, 14 de novembro, das 9h30 às 18h30 (seminário)
Onde: Museu de Arte Moderna (MAM) – Parque Ibirapuera, portão 3 – São Paulo
Inscrições gratuitas

________

Como parte do Programa no Tempo da 31ª Bienal de São Paulo, o coletivo Comboio e o movimento Moinho Vivo desenvolverão uma série de oficinas culturais e educacionais de setembro a novembro de 2014. No dia 6 de dezembro, um sarau será organizado na Favela do Moinho como encerramento do ciclo de oficinas. A colaboração com a Favela do Moinho é uma tentativa de explorar a habilidade da arte de interferir em diferentes contextos. Moinho, como a última favela no centro de São Paulo, oferece um contraponto crucial em termos culturais e as condições da Bienal, localizada no Parque Ibirapuera. Considerando o movimento de resistência da Favela do Moinho, a 31ª Bienal aborda as condições de visibilidade, auto-definição e agenciamento pela arte e cultura, assim como a possibilidade de colaboração entre diferentes tipos de organização cultural.

As oficinas acontecem de segunda à sexta das 13h às 17h na Favela do Moinho (Rua Dr. Elias Chaves n.20 – Campos Elíseos) e estão dividas nos módulos a seguir.
Para se inscrever basta mandar um email para workshop31bsp@bienal.org.br com o título da atividade que pretende participar.

Oficinas Comboio e Moinho Vivo

Oficina de calçadas desenhadas
15 a 26.09 • 13h-17h

Oficina de canteiros e plantio
29.09 a 9.10 • 13h-17h

Oficina de elétrica
13 a 15.10 • 13h-17h

Oficina de brinquedos
20 a 31.10 • 13h-17h

Oficina de mobiliário público
3 a 14.11 • 13h-17h

Sarau na Favela do Moinho
6.12 • horário a confirmar

 

Foto capa via Bienal SP de Pedro Ivo Trasferetti

Conecte-se no Facebook

Comments

comments