Our Blog

Onawale: mulheres que transcendem

0

Vá Fundo no universo feminino, poético e sensível de Alile Dara Onawale.

por Diane Lima
“(…) nós, que além de ar e barro
somos água
vos agradecemos, dandaluunda
pela tua parte que nos toca
e nos faz viver
e sermos mar
sermos rio
sermos chuva
e sermos Deus.”
Trecho do poema Louvor de Lande Onawale.

 

Mergulhar no universo feminino sobretudo da mulher negra é a mensagem que carrega nos olhos e na alma Alile Dara Onawale, fotógrafa que com apenas 21 anos, nos presenteia com imagens cheias de sensibilidade e pureza. Baiana passando um tempo no Rio de Janeiro onde estuda fotografia expandida no Parque Lage, teve seus primeiros contatos com a fotografia antes dos 15 anos quando ganhou da avó uma Kodak C310 de presente. Planejando voltar para a Bahia logo em breve onde pretende “explorar mais do que a sua terra natal tem para oferecer”, nos contou um pouco sobre seu processo de criação e motivação: ” na verdade é um processo meio inconsciente, quando eu percebo, já está lá feito. É engraçado pensar na maneira como faço as imagens…. é engraçado porque elas simplesmente surgem na minha frente, a todo momento! Tudo é ‘fotografável’: o andar, a distração, os gestos, tudo. É a minha forma de mostrar para essas mulheres toda minha admiração e todo amor que tenho por elas e pelo que representam”.

Alem de ter um olhar que nos emociona, Alile é ainda dona de um nome que sugere uma ancestralidade africana que nos chamou muito atenção: “Alile é água e Dara vem da música, de tudo o que há de positivo. Onawale foi o nome dada a uma geração de crianças agora já maiores….algumas pessoas do candomblé tem esse nome e colocaram nos seus filhos. Minha mãe diz que é uma espécie de sinônimo para resgate… caminho de volta… resgatar e respeitar sua ancestralidade…”

Depois que soubemos o significado da palavra, fez ainda muito mais sentido olhar para o trabalho de Alile Dara Onawale e saber que nele reside uma prática política de exaltação da mulher negra que tem tudo a ver com o seu nome.

Para NoBrasil ficou a certeza que Onawale além de uma geração de filhos de nomes lindos é também uma geração de talentos, de pais e mães que educaram suas crianças para representar a cultura negra no Brasil e ser motivo de orgulho para todos nós.

Que venham outras gerações.

De braços abertos, NoBrasil agradece.

a-alma-de-cada-folha_1 a-alma-de-cada-folha_2
1 a-menina-pinta-a-floresta---revista-capitolina
_MG_2962-3
IMG_1448
IMG_4032
Untitled-2Untitled-3gaia

Quer ficar por dentro de outras matérias como essa?
Clique aqui e curta a nossa página do Facebook.

Conecte-se no Facebook

Comments

comments